Sistema Colhedoras de Cana

Kit ou Sistema Automático de Combate a Incêndio para Colhedoras de Cana

A preocupação com a prevenção e extinção de incêndios em colhedoras, colhedeiras ou colheitadeiras de cana aumentou muito com o advento da mecanização das colheitas.

A razão é simples: incêndios em colhedoras de cana são muito frequentes!

Todos os anos, em função dos riscos envolvidos, o fogo destrói uma grande quantidade de colhedeiras, provocando:

  • Perda parcial ou total das colhedoras de cana.
  •  Interrupção da produção.
  •  Degradação do meio ambiente.
  •  Acidentes com as pessoas envolvidas no processo de colheita mecanizada.

A combinação de materiais combustíveis – presente no ambiente e nas próprias colhedoras (palha, óleo diesel, óleo hidráulico, etc.) – associada às diversas fontes de ignição disponíveis (alta temperatura das tubulações e do motor; curtos-circuitos em cabos elétricos, atritos de partes metálicas, etc.) proporciona um ambiente altamente propício a incêndios, em geral, com graves consequências.

Argus, em parceria com a Amerex Corporation, tem uma solução eficaz para detectar e extinguir AUTOMATICAMENTE incêndios em colhedoras de cana, sendo que somos altamente capacitados para:

  • Identificar e analisar os riscos de incêndio;
  • Projetar, configurar e instalar um sistema automático de combate a incêndio para colhedeiras, com arquitetura adequada às necessidades de cada cliente.

Nos últimos 2 anos, a Argus instalou centenas de Kits de combate a incêndio em colhedoras de cana, reduzindo as perdas por incêndio em 100%.

Vantagens do Kit de Combate a Incêndio Argus para Colhedoras de Cana sobre os demais

Detecção Automática: a detecção do Kit de Combate Argus para Colhedoras de Cana é automática. Ela é realizada por cabos sensores de temperatura, que detectam um princípio de incêndio e informam o painel de controle. O painel de controle gera alarmes sonoros e visuais para alertar o operador da colhedora e, automaticamente, envia um sinal de comando elétrico para desencadear a descarga do agente extintor nas áreas críticas da colhedora (pré-determinadas em projeto), protegendo assim as pessoas e os equipamentos.

Automática: outra grande vantagem do Kit de Combate a Incêndio Argus é que o mesmo pode ser atuado automaticamente ou manualmente. Na prática, o kit tem 3 modos de atuação, garantindo maior segurança e possibilitando seu acionamento em diversas situações.

Agente Extintor da maior qualidade: a Argus utiliza o agente extintor para combate a incêndio AMEREX ABC MULTI-PURPOSE DRY CHEMICAL, que é um pó seco do tipo ABC, à base de fosfato monoamônico, em concentração superior a 94%. Somente a utilização de agentes extintores de qualidade e nas concentrações adequadas podem garantir a eficiência de um sistema de combate a incêndio.

Além disso, a Argus realiza todo o trabalho em parceria com o cliente, que compreende as seguintes etapas:

  • Análise inicial dos riscos nas colhedeiras e no ambiente;
  •  Projeto segundo as normas da NFPA* (National Fire Protection Association) – EUA;
  •  Montagem do sistema de incêndio com equipamentos da Amerex, aprovados pela FM** (Factory Mutual) – EUA;
  •  Manual de Operação e Manutenção do sistema anti-incêndio;
  •  Treinamento de operação e manutenção do funcionamento do sistema e dos equipamentos de combate a incêndio;
  •  Testes do Kit de Combate a Incêndio Argus nas colhedoras de cana;
  •  Estoque do agente extintor (pó químico ABC) e das peças para reposição imediata;
  •  Plano de emergência 24 horas/7 dias por semana;
  •  Acompanhamento pós-venda dos incidentes durante a safra;
  •  Análise da causa raiz de cada princípio de incêndio, objetivando eliminá-las e reduzir as paradas da produção.

Características do Kit

O Kit de Combate a Incêndio para Colhedoras de Cana é projetado para avisar o operador e eliminar o fogo automaticamente, de forma rápida e eficiente. O kit evita que o incêndio progrida e se espalhe para áreas altamente inflamáveis, como por exemplo, para o motor da colhedora de cana.

Como resultado, são obtidas as seguintes vantagens:

  • Os danos são limitados;
  •  A paralisação das colhedoras de cana é reduzida ao mínimo;
  •  O investimento torna-se extremamente rentável.

O Kit de Combate a Incêndio para Colhedoras de Cana é fabricado pela empresa americana Amerex, uma das principais empresas no segmento de equipamentos de proteção e combate a incêndio no mundo.

Componentes do Kit

Painel de Controle

O Kit de Combate a Incêndio para Colhedoras de Cana é constantemente monitorado por um painel de controle, que se comunica com o operador do veículo, através de leds indicadores e alarmes sonoros. O painel de controle se conecta a fiação do Kit de Combate a Incêndio para Colhedoras de Cana por meio de conectores modulares coloridos e codificados. O Painel Modular de Controle III é robusto e projetado especificamente para ser compatível com as condições agressivas de trabalho do veículo a ser protegido. O Painel Modular de Controle III é aprovado FM e CE, para utilização em Kits de Combate a Incêndio para Colhedoras de Cana.

Rede de Detecção

A detecção do incêndio pode ser feita por termostatos fixos, lineares ou detectores Safe-IR. Qualquer combinação pode ser utilizada conforme necessário.O Cabo Sensor Linear de Temperatura pode ser fornecido com ou sem cobertura por um espiral de aço inoxidável exterior, para proteção do cabo sensor contra abrasão e impactos.

Acionador Manual Elétrico

O Acionador Manual Elétrico tem como função, permitir que o operador da máquina consiga do interior da cabine, acionar manualmente o Kit de Combate a Incêndio para Colhedoras de Cana, nas situações em que o operador perceba um princípio de incêndio antecipadamente a operação do cabo sensor linear de temperatura. O Acionador Manual Elétrico é instalado em local de fácil acesso pelo operador.

Cilindros de Agente Extintor

Os cilindros com agente extintor, do Kit de Combate a Incêndio para Colhedoras de Cana fornecido pela ARGUS, são fabricados com materiais da mais alta qualidade. Os cilindros são construídos em aço, protegidos com primer epóxi com acabamento em poliuretano, para uma excelente resistência à corrosão, sendo os mesmos aprovados FM.

A pressurização do cilindro do agente extintor a 350 PSI evita a compactação (petrificação) do pó químico seco no interior do cilindro, facilitando sua saída para áreas críticas da máquina, quando da operação do sistema. Além de evitar a compactação do agente extintor, a pressurização do cilindro auxiliar de nitrogênio expelente. Os cilindros estão disponíveis em diversos formatos, tamanhos e capacidades para melhor adequação à arquitetura do veículo.

Agente Extintor

O agente extintor utilizado para o combate a incêndios em colhedoras de cana é o pó químico seco em suspensão, com concentração de fosfato monoamônico maior que 94%, para riscos ABC, pressurizado a 350 psi. A pressurização evita a compactação (petrificação) do pó químico seco no fundo do cilindro, ocorrência que dificultaria a saída do pó para as áreas críticas da máquina, quando da operação do Kit de Combate a Incêndio para Colhedoras de Cana. O cilindro com o pó químico em suspensão (pressurizado) evita também a necessidade de um cilindro auxiliar de nitrogênio expelente junto ao mesmo. Os cilindros são fabricados para diversas capacidades, visando atender às diferentes necessidades de cada projeto.

Rede de Distribuição e Difusores de Pó

O agente supressor, pó químico seco ABC (fosfato monoamônico), é lançado dos difusores de pó, nas áreas consideradas de maior risco pré-determinadas em projeto. Os difusores são fabricados em bronze. O pó químico seco é conduzido até os difusores através de mangueiras com características técnicas apropriadas a aplicação em questão. As mangueiras possuem diâmetros e comprimentos definidos em função da arquitetura do Kit de Combate a Incêndio para Colhedoras de Cana projetado.

Atuador Manual Pneumático e Cilindro de Nitrogênio

O atuador manual pneumático tem como função permitir o disparo manual do Kit de Combate a Incêndio para Colhedoras de Cana, nas ocorrências em que o operador estiver do lado externo da máquina (ao nível do solo) e perceber um princípio de incêndio, antecipadamente a operação do cabo sensor linear de temperatura. O atuador manual pneumático é montado junto ao cilindro de nitrogênio e é instalado a uma altura de aproximadamente 1,20m acima do solo, em local de fácil acesso para o operador.

O cilindro de nitrogênio fornecido pela ARGUS é dotado de um manômetro, que permite a identificação do nível de pressão no interior do mesmo, dispensando assim a necessidade de pesá-lo quando das inspeções periódicas recomendas por Norma. O cilindro é aprovado FM.

Testes Realizados

Do Acionamento a Descarga do Agente Supressor

error: Conteúdo protegido!